HOMICIDE – Ruir
(2017)

O Homicide é uma banda que já tem um bom tempo de estrada dentro do puro e brutal grindcore.

Grande destaque do subterrâneo barulhento brasileiro, a última notícia que tivemos da banda foi a gravação do slpit de 2016, In Grind We Trust, em parceria com o Desalmado. Mas, para alegria dos sedentos pelo bom e velho grind, o Homicide acaba de lançar um novo registro, o EP Ruir.

Com uma produção cuidadosa e mantendo a mesma conduta criativa em cada uma das novas músicas, o Homicide segue o seu ataque brutal e objetivo. Não há tempo para contornos. A fúria aqui é destinada e fala sobre o agora.

 

 

Não há descanso. Nem destaques. O disco é linear, o que para uma banda formatada na escola do grind é algo interessantíssimo porque não há como cair em ciladas de que a faixa X ou Y são os grades destaques. Aqui, o disco todo é o destaque.

De “Estado Opressor” a “Conduta” há um link entre todas as faixas que conversam entre si e constroem uma unidade que transmite altas doses de rancor, agressividade e urgência. O Homicide coloca Ruir como o reflexo do nosso presente. Não a toa, a banda dedica o disco “aos tempos sombrios em que vivemos atualmente”. Por isso, mais que um grande registro do nosso grindcore, Ruir é um registro preciso e necessário da nossa contemporaneidade agressiva, urgente e também cheia de rancor.

 

Homicide - Ruir

Sobre o Autor

Jornalista, guitarrista do Huey e apaixonado por música desde sempre.

Posts Relacionados