Amenra – Mass VI
(Neurot Recordings – 2017)

 

Amenra confirma: é uma banda que abraça corações trincados, mentes perturbadas, espíritos sem esperança. E pobre de quem tentar racionalizar a entrega com que esses caras descarregam sua arte,  porque nela mora um poder tremendo em acessar o núcleo do nosso entendimento das variantes com que temos que lidar: medo, angústia, dor, tristeza, desentendimento, falta de perspectiva, sofrimento. O fator resultante de tudo isso vem em uma avalanche de músicas carregadas de um peso bem peculiar.

Mass VI, que deve ser lançado no dia 20 de outubro, é a trilha do incômodo. Do caos internalizado. Um disco escuro no sentido mais amplo do que entendemos por ausência. Oco. Um grito que dói no osso.

Vindos da Bélgica, o Amenra é, já há algum tempo, junto com o Converge e o Oathbreaker, um dos grandes responsáveis por oferecer uma nova, ou nem tanto, conotação ao metal feito na última década.

 

 

É certo que o Neurosis, um dos criadores do post metal, já foi uma referência direta ao som do Amenra, mas com o tempo os caras se distanciaram das referências dos americanos e encontraram combustível criativo na carga de emoção que imprimem em suas músicas. Há algo shakespeariano no som dos caras. Uma dramaticidade da vida real representada por Colin H. (vocal), Mathieu (guitarra), Bjorn (bateria), Lennart (guitarra) e Levy (baixo). Juntos eles unem força, personalidade e muita intensidade.

Entre “Children of the Eye”, primeiro single lançado pela banda, e o épico “Daiken”, Mass VI traz músicas pesadas, longas e temperadas por riffs espaçados, cativantes e vocais que alternam entre gritos, belas melodias e cânticos usados como enunciados de algumas das faixas.

Destacar qualquer uma das faixas seria privar você da experiência que é mergulhar nesse limiar entre o amor e a dor, a vida e a morte, a luz e a escuridão. Mass VI é um disco lindo que vem para dizer que nenhum desses sentimentos existe sem o seu par. Mass VI é sobre ser humano.

 

Foto: Divulgação

Sobre o Autor

Jornalista, guitarrista do Huey e apaixonado por música desde sempre.

Posts Relacionados